2 de março de 2008

Mamonas Assasinas - 12 anos



Hoje eu queria voltar doze anos atrás e assistir na televisão e no rádio a música do maior grupo brasileiro, que cantava com alma de criança, e ria das pessoas sem o preconceito de hoje em dia, vamos falar dos Mamonas Assassinas.

Quem nunca cantou "Robocopy Gay" sem se preocupar com o que os outros estivessem pensando, ou mesmo com sua namorada ou mulher do lado você pular e gritar "Ser corno ou não ser...", o sucesso foi como um avião, foi longe alto e rápido, o grupo em menos de um ano já lotava estádios e show's por todo Brasil.

Os mamonas foram muito mais do que um grupo musical, foram à cara do Brasil, e encantavam todas as crianças de uma forma muito bonita, falando de assuntos adultos e até então "fortes" de uma forma lúdica e divertida, os adultos renovavam o espírito de alegria dentro de si e perdiam toda a vergonha ao escutar o som comandado pelo vocalista Dinho.

Há 12 anos a viagem sem volta do cometa alegria foi dada, e jamais a sua partida foi esquecida, sua tripulação levou:

-Dinho (Alecsander Alves) - (Nascido em 5 de março).
-Samuel Reoli (Samuel Reis de Oliveira)
-Júlio Rasec (Júlio César Barbosa)
-Sérgio Reoli (Sérgio Reis de Oliveira)
-Bento Hinoto (Alberto Hinoto)

Onde juntos formavam o grupo Mamonas Assassinas, que eu tive a sorte de passar a minha infância ouvindo e cantando. Bons tempos!

Um comentário:

rαphα - disse...

aah, eu amava, e continuo amando mamonaaas !!! perfeito demais, nunca vão conseguir sequer imitá-los ><"
muito triste mesmo .