24 de setembro de 2007

Veritá


Hoje morri
Agoniado com o mundo
Hoje morri
E você nem notou

Hoje morri
Enojado com a atitude humana
Hoje morri
Como um mártir

Minha voz não fora ouvida
Nem minha morte fora notada
O mundo continua sendo destruído
E ninguém percebe

Fui enterrado vivo
Sufocado até a morte
Sem chances de defesa
Soterrado pela ignorância

Quando você morrer
Virá até mim de novo
Verá como eu estive certo
Como hoje eu morri

Hoje morri
Mas e daí?
O céu continua preto
O mar continua morto
O homem continua fingindo que sabe o que faz com o mundo
E eu, morri!

Mesmo morto sinto tudo desabar
Sinto o chão tremer
Sinto a árvore cair
E morrer
Como eu hoje
Morri!

Autor: Bruno HP
Foto: Tiago Clezar

Nosso feed: http://feeds.feedburner.com/ForrestVox
forrestvox.blogspot.com

Um comentário:

CresceNet disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.