12 de março de 2009

LUXO


Caminhei na avenida de ponta a ponta, me desviando dos humanos, dos carros dos humanos até me deparar de lado com um "quase" ser humano, quase que de lado, com o rosto escondido pelos cabelos e a barba ele me disse:


-Uma moeda senhor?

[Hora! Se cada um que me pedir moeda eu atender não terei nenhuma quando precisar, o capitalismo é assim.]


-Não tenho moedas senhor, só uma nota de dez reais.

-Tudo bem, eu tenho troco.


É um luxo, agora sim percebi de vez que a capacidade das pessoas não se limita ao modo de vestir e de se comportar diante da sociedade. Você tem é que ser louco e isso basta!


Já diz o ditado:


"... Aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que NÃO PODIAM OUVIR A MÚSICA! "


O segredo é achar sempre a graça de cada piada, se não der certo basta se olhar no espelho.



3 comentários:

paula barros disse...

Hoje já podemos dançar nossa própria música, apesar da dificuldades.

abraços

Rafael disse...

-Tudo bem, eu tenho troco.

hahahaha isso eh verdade?Oo

Tiago disse...

Verdade Paula! Vale muito lutar para ouvir.

Rafael: "Eu aumento mais não invento". HAHAHA